16000 ISO e 1/60s a 300mm: E-M1 Mark II. Ruído?

Insisto, insisto, insisto: a performance da E-M1 Mark II a ISO elevado é extraordinária. Esta fotografia, de um dos elementos da Crew da Carminho, é bem prova daquilo que tenho vindo a afirmar. Não só evidencia a performance e ausência de ruído da Olympus, bem como demonstra a eficiência do estabilizador da câmara: 300mm aContinue a ler “16000 ISO e 1/60s a 300mm: E-M1 Mark II. Ruído?”

O nosso Empire State…

O nosso “Empire State”… Este pequeno ensaio à volta da torre de 16 andares da Segurança Social de Viseu teve como inspiração um ensaio de Joel Meyerowitz datado de 1978 e cujo tema central é o Empire State Building em Nova Iorque. O edifício da Segurança Social de Viseu é um dos ícones da cidadeContinue a ler “O nosso Empire State…”

Mythbusters… Olympus OM-D E-M1 Mark II at ISO 20000… And fine bokeh…

M.Zuiko Digital 40-150mm f2.8 PRO @110mm (35mm equiv. 220mm). 1/80s@f2.8 ISO 20000, handheld. One of these days I was asked if I was using Olympus professionally, if Olympus was my gear on the field. “Yes” I replied. Unfortunately some minds are still full of misconceptions and prejudice, stuck in a Canikon world where size, weight,Continue a ler “Mythbusters… Olympus OM-D E-M1 Mark II at ISO 20000… And fine bokeh…”

What happens at ISO 20000?

What happens at ISO 20000? Well, pretty much a bit of grain. These photographs were taken with available light – believe me “available” is an overstatement. Two or three 40W lightbulbs, scattered along the stage, musicians moving all over the place. Even at f1.4 things were hard. So cranking up the ISO was basically theContinue a ler “What happens at ISO 20000?”

102000 visitantes

102643 visitantes, de Janeiro a Dezembro no conjunto dos três sites: Chappa, O Fotográfico e John Gallo. Em meu nome pessoal agradeço a todos aqueles que nos têm ajudado a crescer, levando um pouco mais longe a nossa visão sobre a cultura em Portugal. Espero que em 2018 possamos continuar a contribuir de forma sólidaContinue a ler “102000 visitantes”

Feliz 2018

Escolhi esta fotografia de um peregrino, exausto depois de cumprir a sua promessa, junto à Capela das Aparições em Fátima em pleno 13 de Maio, para ilustrar sacrifício, dedicação e fé. Não necessariamente num credo em particular, em nenhum em especial. A Humanidade precisa, desesperadamente, de uma inversão de valores. Temos que deixar de endeusarContinue a ler “Feliz 2018”