Gente da Nossa Terra – Retratos do Feirar, o filme.

Revelando um pouco dos bastidores da epopeia (minha, do António e do Gonçalo) de 9 dias na feira mais antiga da Península Ibérica, fica aqui um humilde tributo à Feira de São Mateus: são cerca de seis minutos de magia…

Anúncios

625 anos, 625 retratos – Feira de São Mateus

_DSC1643-copiar

Algumas fotografias são mais fotografias que outras… Será? Talvez…

Foram nove dias de intenso trabalho, quase cinco mil fotografias produzidas, 625 selecionadas. Nenhuma das fotografias publicadas foi manipulada digitalmente. A energia, emoção e entrega de todos e a forma como os visitantes vibram nesta feira com mais de seis séculos de vida chega para produzir instantâneos inesquecíveis.

Retrato e grande angular

_DSC1893-copiar

Há uma hipérbole muito interessante na perspectiva grande angular. Por razões óbvias convencionou-se que não se deve usar no retrato. Não posso concordar menos, especialmente na dimensão circunstancial de um retrato, em contexto. Sem desvirtuar o sujeito e quando a conjugação dos elementos permite, a grande angular dramatiza, por vezes enfatiza, o retrato de forma única – a desproporção da relação estabelecida entre os vários elementos da imagem manipula a interpretação que poderemos fazer do sujeito.  Neste caso – num dos 625 retratos produzidos para a Viseu Marca na comemoração dos 625 anos da Feira de São Mateus – a grande angular aumenta o tamanho desproporcionado de umas botas técnicas, as maiores à venda neste expositor, um especialista em equipamento militar.

Nikon D810, Nikon AF-S NIKKOR 14-24mm f/2.8G ED @ 19mm, Nikon Speedlight SB900

1/200 @ f3,2, ISO1000