No Surrender – Celebrating New Year!

From 2018 to 2019 – people having fun at Município de Viseu, Portugal. It was cold, but the party went on and on and on… Very special (micro) essay focused on one of the most iconic nights of the year. This will be part of my “No Surrender” series about Viseu – ongoing now forContinue a ler “No Surrender – Celebrating New Year!”

Keymer Tiles – 426 anos a produzir telhas artesanalmente

Há quatro anos documentei os últimos meses de laboração da Keymer Tiles, em Nye Road, Burgess Hill, UK. Fundada em 1588, a fábrica produziu telhas de forma completamente artesanal durante 426 anos. Consideradas de referência, as telhas aqui produzidas tiveram como destino castelos reais (a Rainha era um dos principais clientes), mansões de membros dosContinue a ler “Keymer Tiles – 426 anos a produzir telhas artesanalmente”

Os vitrais…

Os vitrais são, sem dúvida, uma das mais difíceis tarefas fotográficas. Este projecto, concluído em Janeiro de 2015 no Reino Unido, levou algumas semanas a produzir, entre preparação, recolha e pós-produção. Os magníficos vitrais desta igreja no sul de Inglaterra foram produzidos na Alemanha e, durante a Segunda Grande Guerra, desmontados e colocados a salvoContinue a ler “Os vitrais…”

Um retrato do Mestre

Um retrato do Mestre – um dos melhores fotógrafos portugueses de sempre, sem margem para qualquer dúvida. Feira de São Mateus, 2017, Viseu – na “barraquinha” do Vintage, hamburgers tradicionais que lhe dei a descobrir e que o António adorou. Nikon D810, Nikkor AF-S 85mm f1.4G, Nikon SB900 1/125 @ f1.4, ISO 250

Flash, slow and rear sync, zoom out and pan… and no Photoshop.

Os sistemas profissionais contemporâneos ajudam-nos de forma decisiva – será que Ansel Adams ou Robert Frank teriam tirado proveito de todas as soluções que os sistemas actuais nos oferecem? Esta fotografia, produzida no âmbito dos 625 retratos que comemoram os 625 anos da Feira de São Mateus (Viseu Marca), reúne num só frame uma sérieContinue a ler “Flash, slow and rear sync, zoom out and pan… and no Photoshop.”

Retrato e grande angular

Há uma hipérbole muito interessante na perspectiva grande angular. Por razões óbvias convencionou-se que não se deve usar no retrato. Não posso concordar menos, especialmente na dimensão circunstancial de um retrato, em contexto. Sem desvirtuar o sujeito e quando a conjugação dos elementos permite, a grande angular dramatiza, por vezes enfatiza, o retrato de formaContinue a ler “Retrato e grande angular”

What can you do with €150 worth of LED Light?

Well, not much you may say. But you can do a lot, yes, indeed you can. I bought a pair of MCOPlus LED 322A video lights from Hi-tech Wonder in Lisbon, with the sole purpose of using them for still photography. At less than €75 each, they were a steal. Obviously, forget mega productions, massiveContinue a ler “What can you do with €150 worth of LED Light?”

Genesis BH 34 Arca Swiss head and Giottos Carbon Fibre Tripod GT8223

I’ve been using this set for quite a while, both the Arca Swiss head from Genesis, model reference BH 34 and Giottos Carbon Fibre Tripod GT8223. For all of you out there working on a mirrorless based system, weight is paramount – at only 1150 grams (tripod 810 grams, head 340 grams), this is anContinue a ler “Genesis BH 34 Arca Swiss head and Giottos Carbon Fibre Tripod GT8223”

Fujifilm EF-X500 Shoe Mount Flash Review – Part One

Boxing is typical Fujifilm X Series fashion, big black elegant boxes, white letters and graphics The brand new Fujifilm EF-X500 flashgun arrived yesterday straight from Fujifilm Portugal – actually I received a pair of these units. This is the first part of a detailed review that I started straight away, after all Fujifilm was missing aContinue a ler “Fujifilm EF-X500 Shoe Mount Flash Review – Part One”

Visitas Reais com história…

Há relativamente pouco tempo perguntaram-me que tipo de trabalho é que envolve mais protocolo, mais “salamaleque”, cross-checking e controlo…A cobertura de visitas oficiais da família real britânica, sem dúvida. Para além de todo o escrutínio a que somos sujeitos como indivíduos (antes de nos conhecerem e saberem quem somos e o que fazemos), temos que seguirContinue a ler “Visitas Reais com história…”