Night Errand

Night Errand. Inspirei-me no poema de Eric Berlin com o mesmo título para produzir este ensaio. Night Errand pode ser a história de alguém “high on ecstasy” deambulando pela cidade à procura de tudo e que acaba por nada conseguir encontrar. Ou porque não, errante, alguém perdidamente apaixonado – amor correspondido ou não, pouco importa –Continue a ler “Night Errand”

Keymer Tiles – 426 anos a produzir telhas artesanalmente

Há quatro anos documentei os últimos meses de laboração da Keymer Tiles, em Nye Road, Burgess Hill, UK. Fundada em 1588, a fábrica produziu telhas de forma completamente artesanal durante 426 anos. Consideradas de referência, as telhas aqui produzidas tiveram como destino castelos reais (a Rainha era um dos principais clientes), mansões de membros dosContinue a ler “Keymer Tiles – 426 anos a produzir telhas artesanalmente”

Os vitrais…

Os vitrais são, sem dúvida, uma das mais difíceis tarefas fotográficas. Este projecto, concluído em Janeiro de 2015 no Reino Unido, levou algumas semanas a produzir, entre preparação, recolha e pós-produção. Os magníficos vitrais desta igreja no sul de Inglaterra foram produzidos na Alemanha e, durante a Segunda Grande Guerra, desmontados e colocados a salvoContinue a ler “Os vitrais…”

Feliz 2018

Escolhi esta fotografia de um peregrino, exausto depois de cumprir a sua promessa, junto à Capela das Aparições em Fátima em pleno 13 de Maio, para ilustrar sacrifício, dedicação e fé. Não necessariamente num credo em particular, em nenhum em especial. A Humanidade precisa, desesperadamente, de uma inversão de valores. Temos que deixar de endeusarContinue a ler “Feliz 2018”

What’s in a photo?

Terror é algo a que nos habituámos nos últimos anos. Sabemos que nenhum lugar é seguro, nenhuma cidade está a salvo. Esta fotografia retrata, de forma teatral, a potencial ameaça que todos enfrentamos nas nossas ruas, aeroportos, teatros, ciclovias. A postura do esqueleto, misto de admiração e terror, parece contrastar com a calma impassível dosContinue a ler “What’s in a photo?”

17 into 2015

Ainda no Reino Unido produzi um pequeno ensaio sobre os títulos/notícias de imprensa nos primeiros dias do ano de 2015 – para quem não se lembra foi o ano do massacre no Charlie Hebdo. Edição de dia 1 de Janeiro de 2015 do The Independent. Ju suis Charlie…

Fisheye frenzy!

Voltaram a estar na moda, as velhinhas fisheye. Vulgarizadas nos anos sessenta, quem não se lembra da mais famosa de todas, a Nikon 6mm f2.8 Fisheye, a última das quais vendida por €150000,00 (não, não é erro, cento e cinquenta mil Euros) no Reino Unido. Apenas algumas foram produzidas e apenas por encomenda… Hoje emContinue a ler “Fisheye frenzy!”

Wim Wenders on his Polaroids – and why photography is now over (The Guardian)

Wim Wenders reckons he took more than 12,000 Polaroids between 1973 and 1983, when his career as a film-maker really took off, but only 3,500 remain. “The thing is,” he says, “you gave them away. You had the person in front of you, whose picture you had just taken, and it was like they hadContinue a ler “Wim Wenders on his Polaroids – and why photography is now over (The Guardian)”

Hyde Park, London

Winter Wonderland – outras paragens, uma feira muito mais jovem que a nossa Feira de São Mateus. Apenas com 10 anos de idade, esta feira de diversões no coração de Londres é visitada por 2 milhões de pessoas entre 17 de Novembro e 8 de Janeiro. Pouca gente… se comparada com a Feira de SãoContinue a ler “Hyde Park, London”